sábado, 3 de março de 2012

Ehrlichiose - Doença do Carrapato

Boa Tarde!
Esse é o 1º post valendo, e nele vamos falar um pouco sobre um mal que acomete muitos cães e é muito mais comum do que pensamos!
Atualmente estou vivenciando esse mal com a minha pequena Sol! A uma semana ela foi diagnosticada com  doença do carrapato (Ehrlichiose).

O que é essa doença?

A ehrlichiose é uma doença transmitida pelo carrapato marrom ou avermelhado, que ao se alimentar de um vertebrado contaminado pela Ehrlichia canis, este contrai a bactéria e ao se alimentar de um animal saudável, transmite a mesma juntamente com a sua saliva "anticoagulante". A bactéria se aloja no organismo do animal saudável e la permanece!

Importante saber que o carrapato transmite varias doenças, bem como causa desconforto ao animal, coceira e até mesmo anemia!

A Ehrlichiose canina, é uma doença que acomete o cão atacando seu sistema imunológico, causando uma anemia profunda! A bactéria destrói as plaquetas do cão, nos casos mais graves causa vômito com sangue, diarréia com sangue e se não diagnosticada a tempo leva o animal a óbito!

Quais as fases da Doença?

A Ehrlichiose canina possui três fases:

1) Fase Aguda - os sinais clínicos podem aparecer de 1 a 3 semanas após a infecção mas geralmente são brandos e não chamam a atenção do proprietário : depressão, letargia, anorexia, perda de peso e até febre. Na maioria das vezes, se o animal não tiver uma carga significativa de carrapatos, o estado geral de "tristeza" parece uma fase na vida do animal e como é autolimitante (se resolve sozinha) o proprietário muitas vezes não desconfia do que está por vir. Nesta fase da doença ainda se encontra carrapatos no animal.
2) Fase Subclínica - pode durar de 6 a 10 semanas mas alguns animais permanecem nesta fase por meses e até anos. Nesta fase não há sintomatologia e o animal parece estar muito bem de saúde. 
3) Fase Crônica - geralmente não se encontra mais carrapatos nesta fase (por isso às vezes não se desconfia da doença). Esta é a fase onde se encontra a maior expressão de sinais e sintomas: depressão, perda de peso, anemia, abdomen sensível, aumento do baço, fígado e linfonodos (mas não muito evidente), pequenas hemorragias puntiformes na parede abdominal e ponta de orelhas e nas mucosas (vaginal, peniana, conjuntiva ocular...) também podem aparecer, edema de membros e infecções secundárias. Como as Ehrlichias atacam as células de defesa do organismo, este não tem como se defender de outros organismos chamados de oportunistas porque aproveitam que o animal está debilitado para se instalar. Por isso, se você desconfia que o problema do seu cão é uma pneumonia mas ele nunca fica bom ou fica por causa dos remédios mas logo aparece outra infecção em outro lugar ou até recidivas. O organismo dele está indefeso pela ação da Ehrlichia. Além disso ele ataca as plaquetas que participam da coagulação, daí as hemorragias dos capilares. E olha que você só vê os capilares da pele. Imagine que isso também acontece nos pulmões, articulações, rins......se atingir o cérebro, pode causar meningite.


Meu cachorro teve carrapato, como eu sei se ele tá doente?

Bom, o diagnostico tanto da ehrlichiose quanto da babesiose (que também é uma doença transmitida pelo carrapato) é feito através do exame de sangue do animal (Hemograma completo).
Esta é a forma mais precisa de saber se seu animal esta doente ou não! Como vimos é uma doença com poucos sinais clínicos, e quando estes aparecem, normalmente o tratamento é bem mais difícil!

Meu gato teve carrapatos, ele pode estar doente?

As doenças transmitidas pelo carrapato são de incidência mínima em felinos. Preocupe-se apenas em preveni-lo contra os carrapatos!
Tem cura? Como tratar e prevenir?

SIM, as doenças do carrapato tem cura se descoberta a tempo e o tratamento é feito a base de Doxiciclina, que é um antibiótico, mas este só deve ser usado sob a orientação do veterinário do seu cãozinho!

É sabido, que os carrapatos não vivem no animal, o ciclo de vida do carrapato é no ambiente (casa, grama, etc.), o cachorro, o gato e até mesmo pessoas, são apenas hospedeiros do parasita, que   os procura apenas para se alimentar!


Como vimos, o ideal é não apenas cuidar do seu peludinho, mas principalmente cuidar do ambiente em que ele vive!

Se você já sofre com esses parasitas em sua casa, cuidar do local é bem simples! Para matar os que já existem no ambiente, eu uso o Butox. Vende em qualquer petshop e basta você diluir algumas gotinhas (eu costumo por de 10 a 15) para cada litro de água, e passar na casa com um pano molhado. Você também pode espirrar com spray nas paredes, que é onde os carrapatos costumam ficar!

IMPORTANTE: manter seu animal longe por pelo menos umas 2 hores depois da aplicação do produto, e NUNCA passar nada no seu bichinho sem a orientação do veterinário!!!

Nos meu peludinhos eu costumo usar para prevenir o Frontline. É um pouco caro, mas é o melhor no mercado contra essas pragas que são os carrapatos. Além de prevenir por 3 meses! E tem tanto para cães como para gatos!!!


Existem outras alternativas mais baratas como as coleiras carrapaticidas, talcos, shampoos, sabonetes, etc.

IMPORTANTE: Observe sempre o seu peludinho! A minha Sol, descobri por pequenos detalhes que ela estava com essa maldita doença. Ela comia normal, brincava e aparentemente não tinha nada. Só achava estranho uns pequenos tremores (tipo de frio), e principalmente o fato de estar sonolenta e sem vontade de ir brincar na rua!

Quem ama cuida! E com seu peludinho não pode ser diferente!!! Leve-o ao veterinário sempre e não descuide nunca!!!

Espero ter ajudado! =]







9 comentários:

  1. Olá, obrigado pelas dicas, você ajudou bastante. Descobri ontem que minha cachorra está com essa maldita doença. Levei ao veterinário para ver uma coceira que ela tava no ouvido e lá pedi para fazer um hemograma por prevenção. E no resultado deu que as plaquetas estavam alteradas e para tirar a dúvida fiz um exame mais específico, o sorológico, e deu positivo. Ela é uma cadelinha shih tzu com um ano e meio e nunca apresentou nenhum sintoma, só a falta de apetite que achava que era porque o paladar dela era bem apurado. Queria saber se depois do tratamento, ela pode apresentar alguma sequela e se ela core o risco de pegar novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive ausente por mt tempo. Desculpa não ter respondido sua pergunta. Mas uma vez curado o cão não apresenta sequelas não! :***

      Excluir
  2. Obrigada, ajudou muito, descobri a pouco tempo que o cão da minha vizinha tem essa doença e está em tratamento, e não sabiamos como ajuda-lo, e me ajudou também a previneir o meu peludo que amo tanto dessa doença terrivel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal poder ter contribuído de algima forma. Beijos.

      Excluir
  3. Ajudou bastante, minha cachorrinha tah com essa doença descobri hoje e jah comecei o tratamento com doxiciclina e sulfato ferroso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que ela tenha ficado 100% boa. Bjinhos :*

      Excluir
  4. Gente, to desesperada....meu cachorro está com essa doença maldita!! Ele tá com a fase crônica......não tá comendo ....e não estamos conseguindo dar o remédio....ele fica se escondendo! O que eu faço p/ ele abrir o apetite?? me ajudem,por favor!!! =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor. Vc já procurou ajuda veterinária? Nessa fase é essencial a ajuda de um profissional capacitado. Provavelmente seu caozinho será internado e fará o tratamento através de soros e injetáveis. Estimo melhoras.

      Excluir